17 jun 13h50Atualizado em 17 jun 13h51

TRANSPORTE POR APLICATIVO: SAIBA COMO NÃO “FICAR NA MÃO”EM QUIRINÓPOLIS

BARRADOS
Não é difícil encontrar nas redes sociais, pessoas reclamando ou relatando alguma desventura na experiência com transporte por aplicativo de mobilidade. A maioria das reclamações que encontramos nas redes, são relatos de passageiros que tiveram a solicitação de viagem negada ou cancelada, imediatamente ou após longos minutos. Apesar de muitos parecerem ter razão em suas reclamações, é bem possível que, em algum momento do processo, esse usuário tenha cometido algum erro. Siga as dicas abaixo e saiba como se dar bem e não ficar na mão ao tentar usar transporte por aplicativo.

Saiba como escolher o aplicativo.

Neste momento, Quirinópolis conta com motoristas atuando pelo Rápido Car, aplicativo de transporte e mobilidade. 

Uber e 99 Pop são as plataformas mais conhecidas do país, e estão presentes em vários municípios com mais de 100 mil habitantes, em Quirinópolis já teve mais 4 bandeiras, hoje só conta com a rápido car. 


A Rápido Car, primeira plataforma de mobilidade urbana a se instalar na cidade, não cobra porcentagem por corrida dos motoristas, mas sim uma mensalidade. Trata-se de um projeto novo, que caiu totalmente no gosto dos motoristas, hoje conta com 16 motoristas cadastrados, vem trabalhando e investindo em mídia para conquistar seu espaço na cidade. 

Por Quirinópolis ser uma cidade sem transporte coletivo, usuários do Rápido Car levam vantagem com valores até 50% mais baixos que TÁXI.   

Não economize informações em seu perfil.

Trabalhar como motorista de aplicativo, principalmente à noite, tem se tornado um negócio arriscado. Por isso, a maioria dos motoristas trabalha com medo, evita certas regiões ou ruas e principalmente usuários com perfis que não deixam claro quem é o solicitante. Ao fazer o cadastro no aplicativo, use seu verdadeiro nome, nunca utilize apelidos ou deixe apenas como “Passageiro”. 

Usuários com foto tem preferência entre os motoristas, já que, ao chegar no embarque, ele saberá que está embarcando o solicitante e não um terceiro de má fé. Se solicitar corrida para terceiros, informe no ato da chamada que se trata de uma corrida para terceiro, o nome do terceiro e qual é seu grau de parentesco com o mesmo. Nunca, mas nunca mesmo, solicite corrida para desconhecidos, você poderá ser incriminado como cúmplice.

Nunca solicite uma corrida em mais de uma plataforma simultâneamente.

Quando o motorista aceita uma solicitação de corrida, faz o registro da mesma na central, que por sua vez, ao verificar que existe mais de um motorista indo atender o mesmo usuário por plataformas diferentes, informa imediatamente aos motoristas, deixando por conta deles a decisão de abandonar ou não a solicitação. Há casos de usuários que já constam em uma espécie de “lista negra” que é atualizada constantemente para que motoristas fiquem cientes deste mau hábito e decidam se querem ou não aceitar a solicitação. Fazer solicitações e cancelar após alguns minutos, quando o motorista já está em deslocamento, também pode garantir ao usuário um lugar de destaque nesta “lista negra”. 

Seja parceiro do motorista.

Em Quirinópolis existem locais de difícil acesso ou onde é difícil encontrar vagas para estacionar. O motorista de aplicativo está sujeito às mesmas regras de trânsito que qualquer outro motorista, inclusive aquelas que abordam os locais de estacionamento ou parada. Se você está em um local onde claramente se vê que é impossível estacionar, desloque-se até um local que ofereça essa opção antes de fazer a solicitação, ou utilize a opção de envio de mensagens para combinar com o motorista um local diferente de embarque.

Nunca, mas nunca mesmo, se desloque do local de onde originou a chamada sem informar o motorista e ter a certeza que o mesmo leu a mensagem. O aplicativo não informa essa mudança ao motorista e em muitos casos, ele pode não lhe encontrar e para não correr o risco de ser multado, sair do local. Também não faça a solicitação se estiver nos fundos de uma casa. Em diversas ocasiões, o aplicativo entende que você está na rua e trás do seu local e não na da frente. Sempre origine a chamada do ponto mais próximo do local de embarque e verifique se o aplicativo está apontando para o local certo antes de confirmar a solicitação.

Dividir a corrida é uma opção econômica, mas se atente às restrições limitativas.

Devido à pandemia do covid-19, plataformas de transporte por aplicativo vem sugerindo aos motoristas que o transporte de passageiros deve ser feito exclusivamente nos assentos traseiros, evitando assim que o motorista tenha contato ou fique muito próximo do passageiro. 
Neste momento, a lotação máxima para passageiros é de 03 pessoas. Evite solicitar uma chamada para mais de 03 pessoas, pois haverá o risco de o motorista, atendendo às orientações e protocolos sanitários, negar a corrida alegando excesso de passageiros.

Dinheiro o cartão? 
Hoje, a forma mais prática de efetuar o pagamento pelas corridas é cadastrando seu cartão diretamente na plataforma de mobilidade. Na rápido car, é bem comum receber valores finais de corrida com muitos “centavos” e mais comum ainda é encontrar motoristas sem moedas para devolver como troco. Cadastrando o cartão diretamente no aplicativo, você estará pagando na modalidade “voucher” e não precisa se preocupar com os centavos de troco ou se a maquininha de cartão do motorista terá sinal para fazer a cobrança no destino final. Evite os perrengues, mas se preferir pagar em dinheiro, é sempre bom perguntar com antecedência se o motorista terá troco para a cédula que está em sua posse. Solicitar uma parada em um posto de combustível ou loja de conveniência é sempre uma boa opção quando o motorista está sem troco.

Não se esqueça: Depois de você, haverá outros passageiros.

Evite consumir alimentos durante a viagem. Ao desembarcar, verifique se nenhum pertence seu ficou no interior do veículo. Leve seu lixo e descarte em local adequado. Após seu desembarque, quase que imediatamente, este veículo poderá estar sendo ocupado por outro passageiro e não há nenhuma garantia que, encontrando seu pertence ele irá devolver ou informar ao motorista. A responsabilidade sobre objetos deixados no interior do veículo é única e exclusiva dos passageiros.

Pronto, agora você está preparado para utilizar o transporte por aplicativo e provavelmente não terá mais nenhuma experiência ruim. Vale lembrar que, qualquer experiência ruim deve ser relatada diretamente ao aplicativo, que analisará sua alegação e decidirá se irá imputar alguma pena ao motorista ou não. Da mesma forma, motoristas também podem relatar qualquer problema com passageiros diretamente ao aplicativo.

Evite expor motoristas ou passageiros em redes sociais, principalmente utilizando imagens. Isso, além de perigoso, já que muitas vezes, expõe inocentes, é crime. Escolha o rápido Car aplicativo de mobilidade urbana, não esqueça a máscara, utilize o cinto de segurança e boa viagem.


Baixe o aplicativo no link abaixo e chame um carro
Disponível Google Play e App Store
Android - http://twixar.me/PxBK

Apple - http://twixar.me/xxBK

© 2015 - Barrados.net - Todos Direitos Reservados. by #mndti