22 jan 2015 06h49Atualizado em 23 jan 2015 06h49

Justiça do Trabalho ganha sede própria em Quirinópolis

BARRADOS
A presidente do TRT de Goiás, desembargadora Elza da Silveira, inaugurou na tarde da última quarta-feira (21), a sede própria da Vara do Trabalho de Quirinópolis. Com 771 m² de área útil, o imóvel foi construído no terreno de 1.477 m² doado pela prefeitura, no bairro Alexandrina, entre os prédios do Fórum da Justiça Estadual e da Previdência Social.




As obras de construção do prédio foram iniciadas em fevereiro de 2014 a um custo total de R$ 1.096.501,95, valor proveniente de recursos da União. Dotada de amplos espaços físicos e dentro dos padrões de funcionalidade estabelecidos pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), a unidade contempla espaço para instalação de um Núcleo de Conciliação e de uma sala para a OAB.

A presidente do TRT, doutora Elza Cândida da Silveira, que se aposenta no final deste mês, se emocionou bastante durante a inauguração da sede própria da Vara do Trabalho de Quirinópolis. ?Eu vou deixar dia 30, a presidência, mas com o dever cumprido. Eu cumpri muitas metas que eu queria?, ressaltou.

O ex-prefeito Gilmar Alves também acompanhou a inauguração da sede própria da Justiça do Trabalho, no Bairro Alexandrina. ?Nós sonhos com esse momento. Este sonho começou há algum tempo e acabou se concretizando. Em vários terrenos que doamos, enquanto prefeito, foram construídas as sedes do Fórum, INSS, MP, OAB, Conselho Regional de Engenharia e hoje, a da justiça do trabalho?, frisou Gilmar.

O prefeito Odair Resende disse que a sede própria da Vara do Trabalho é um presente de aniversário para Quirinópolis. A juíza Rosane Gomes de Menezes Leite destacou a importância da obra, ressaltando que existe a necessidade de mais servidores.

A região de Quirinópolis já vinha sendo atendida pela Justiça do Trabalho desde a instalação do posto avançado em agosto de 2010, que funcionou em prédio cedido pela prefeitura municipal. Em maio de 2011, o Posto foi transformado em Vara do Trabalho. A titularidade da VT é da juíza Rosane Gomes de Menezes Leite, que conta com o juiz auxiliar fixo José Luciano Leonel de Carvalho para dar solução a uma elevada demanda processual.

Desde a instalação, a VT de Quirinópolis vem experimentando crescimento elevado no número de ações, da ordem de 60% se compararmos os dados estatísticos de 2011, primeiro ano de funcionamento integral da unidade, com as informações de 2014, quando foram recebidos mais de duas mil novas reclamatórias trabalhistas. Em 2010, com início das atividades como Posto Avançado no segundo semestre, foram protocolados 287 processos, em 2011 (1.265), em 2012 (1.446). Em 2013, o número saltou para 1.750 novas ações, chegando a 2.027 processos em 2014.

Além da cidade de Quirinópolis, a VT atende outros nove municípios localizados no sudoeste e sul do Estado, que juntos abrangem um universo de mais de 10 mil habitantes: Cachoeira Alta, Caçu, Gouvelândia, Inaciolândia, Itajá, Itarumã, Lagoa Santa, Paranaiguara e São Simão.

A solenidade de inauguração da sede própria da Justiça do Trabalho, em Quirinópolis, foi prestigiada por várias autoridades, dentre elas, a presidente do TRT de Goiás, desembargadora Elza Cândida da Silveira; juíza da VT, Rosane Gomes de Menezes Leite; prefeito Odair Resende; presidente da Câmara Municipal, Rodrigo Goulart; comandante do 8º CRPM, Cel. Cícero Otaviano; ex-prefeito Gilmar Alves; e o advogado Enil Henrique de Souza Filho, representante da OAB Goiás.


fullscreen

© 2015 - Barrados.net - Todos Direitos Reservados. by #mndti