9 fev 2015 08h40Atualizado em 9 fev 2015 10h37

Família de PM é intimidada por bandidos em Quirinópolis e notícia repercute em Goiás.

BARRADOS
A onda de violência assusta os quirinopolinos. Os marginais estão cada vez mais ousados. Comentários dão conta de que um juiz pediu transferência da Comarca de Quirinópolis, porque teria sido ameaçado. Na semana passada, o Sargento Paulo Sérgio, da PM, também sofreu intimidação, depois que seu concunhado foi assassinado à tiros, no final de janeiro.





O policial utilizou as redes sociais para se manifestar. Ele escreveu:

?TENTATIVA DE INTIMIDAÇÃO DA MINHA FAMÍLIA.




Após a morte do meu concunhado Marcos no último dia 21 de Janeiro, várias pessoas da minha família tem relatado estar sendo seguidas por marginais de carro ou moto. A ousadia está tão grande que no último dia 05, por volta das 23h, vários indivíduos de carro e moto pararam de frente à minha residência a fim de intimidar quem estivesse lá. Por sorte (ou azar) eu não estava lá, mas em outra cidade fazendo curso. Minha esposa, cunhadas, filhos e sobrinhos ficaram apavorados com o ocorrido, chegando acionar a viatura policial e tendo que dormir em outro local.



No dia do velório começou a surgir ?boatos? de que eu vingaria morte do meu concunhado fazendo justiça com as próprias mãos. Não me recordo em nenhum momento de fazer tais comentários. Pelo contrário eu disse que a JUSTIÇA IRIA SER FEITA, nada mais. Sou policial e também professor de Direito. Tenho a obrigação de acreditar na justiça desse país. As investigações estão sendo feitas e os responsáveis serão identificados e punidos.

Quem quer que esteja fazendo isso, penso que é tempo de vocês pararem. Deixe minha família em paz. Eu não tenho medo de ameaças ou intimidações! Já consegui identificar grande parte de vocês... As informações correm muito rápido.

Como diz o ditado: ?Dou um boi pra não entrar numa guerra, mas dou uma boiada pra não sair dela?. Se vocês são muitos, nós somos muito mais. Portanto PAREM ENQUANTO HÁ TEMPO. Deixem minha família em paz e sigam suas vidas.?



O deputado federal delegado Valdir escreveu nas redes sociais: ?Situação absurda aconteceu em Quirinópolis....fatos que tínhamos noticia acontecia apenas em São Paulo e Rio...a casa de um Policial Militar que fazia curso aqui na Academia em Goiânia foi cercada por bandidos que já haviam ameaçado o policial....foi necessário que viaturas policiais fossem até o local e mediante escolta tirassem seus familiares com risco de vida e conduzindo os mesmos para Goiânia....situação de desespero, humilhação peara esse policial e família que foi sitiada e cercada dentro de casa pelos marginais....essa quadrilha de marginais inclusive haviam ameaçado um Juiz ....que teve que mudar para Santa Helena....uai....cadê a Autoridade Policial e Judicial...não valem mais nada......e quando nossas famílias são colocadas em linha de fogo....a conversa tem que ser diferente.....a PM agiu e 02 marginais com Mandado de Prisão foram presos....outro detido foi colocado em liberdade ....e já estaria ameaçando familiares do policial....tenso....acabou o respeito ao cidadão e policial brasileiro...?


fullscreen

© 2015 - Barrados.net - Todos Direitos Reservados. by #mndti