18 abr 11h51

Ocorrências registradas pela Polícia Militar (PM) de ontem (17) para hoje (18).

BARRADOS
Ocorrências registradas pela Polícia Militar (PM) de ontem (17) para hoje (18), em Quirinópolis:
.
- Furto em uma oficina localizada à Avenida João Fratari nº 83, centro. Às 7h52 da manhã de ontem (17), Reginaldo Lopes Pereira, 48 anos, contou à Polícia Militar (PM) que, na noite de segunda-feira (16), autores ignorados furtaram cinco pneus de duas carretinhas tipo reboque, que estavam estacionadas do lado de fora da oficina.
 
- Vias de fato, pouco antes do meio-dia e meia de ontem (17), em uma boate, localizada à Via Leocádio de Souza Reis. A Polícia Militar (PM) foi ao local, a fim de atender denúncias de agressões físicas e por arma branca, por parte de funcionários do estabelecimento.
            No local, a proprietária de 27 anos contou que ao fazer acerto com o gerente da mesma idade, notou que estava faltando uma quantia considerável em dinheiro, assim como já havia percebido em ocasiões anteriores. Inconformada, a dona empurrou uma mesa sobre o gerente, o qual apanhou uma faca e correu atrás da mesma. A dona caiu, sofrendo escoriações. Uma testemunha de 18 anos de idade segurou o agressor, a fim de evitar que ele esfaqueasse a proprietária da boate. No meio da confusão, a testemunha sofreu um pequeno corte no dedo. O gerente alegou à polícia que não deve nada e que não tinha intenção de esfaquear a dona do local, mas que perdeu a paciência quando esta lhe arremessou uma faca de mesa. Os envolvidos foram parar na delegacia.
 
- Violência doméstica, por volta das 19h50 de ontem (17), na Rua 7 do Bairro Chico Junqueira. Uma mulher de 43 anos foi agredida por um homem de 24 anos. O autor enforcou a vítima e ameaçou colocar fogo na casa. O homem foi encontrado pela polícia, no interior do imóvel, onde este colocou fogo em um pedaço de estopa, tentando incendiar a si mesmo e o imóvel. O autor tentou agredir um policial, com uma cadeira, mas foi algemado e levado para delegacia. A mulher conta que vive com o autor há mais de dois anos e não foi a primeira vez que foi agredida.

            A vítima relatou ainda que, na segunda-feira (16), o autor pegou, contra sua vontade, todo o dinheiro de seu pagamento mensal. Os policiais verificaram que a mulher apresentava sinais no pescoço, aparentemente resultado de agressão física. A vítima disse que iria representar o autor, porém, enquanto a ocorrência estava sendo confeccionada, acabou voltando atrás, dizendo que apenas ligaria para a mãe do agressor, a fim de que esta buscasse os pertences do filho. Com a decisão da vítima, ninguém foi encaminhado para delegacia.

© 2015 - Barrados.net - Todos Direitos Reservados. by #mndti