26 ago 2014 12h17Atualizado em 26 ago 2014 12h17

Quirinópolis reúne prefeitos para implantação de Consórcio de Saúde

BARRADOS



O Secretário de Estado da Saúde, Halim Antonio Girade, e prefeitos das cidades que compõem a Região de Saúde Sudoeste I, além de Aporé (Sudoeste II) e Gouvelândia (Sul), estarão reunidos a partir das 8h30, de quarta-feira, 27 de agosto, em Quirinópolis, para participar da votação e implantação do Consórcio Público de Saúde e visitar o local onde será construído o Ambulatório Médico de Especialidades (AME).

A reunião começa com recepção e café da manhã, no Palácio da Cultura de Quirinópolis, localizado na Avenida Dom Pedro I, nº 157, Centro.

A visita ao local onde será construído o Ambulatório Médico de Especialidades - AME acontecerá às 11h30, na Área Institucional n. 1, Residencial Viena.

Além de Quirinópolis, participam do consórcio os municípios de Acreúna, Aparecida do Rio Doce, Cachoeira Alta, Castelândia, Itajá, Itarumã, Lagoa Santa, Maurilândia, Paranaiguara, Porteirão, Rio Verde, Santo Antônio da Barra, São Simão, Turvelândia, Aporé e Gouvelândia.

Serviços no interior

Os Consórcios Públicos de Saúde tem como objetivo garantir a oferta de serviços de saúde para o cidadão que mora no interior do Estado. Trata-se de parcerias formadas por dois ou mais municípios, para a realização de objetivos de interesse comum e têm origem nas associações dos municípios.

O instrumento permitirá que os municípios se unam e compartilhem serviços, dentro das potencialidades de cada região. Um total de seis consórcios serão implantados em Goiás, além do Consórcio Público de Saúde da Região de Saúde Sudoeste I, já foi formalizado o consórcio da Região de Saúde Oeste II, com sede em São Luís de Montes Belos; e estão sendo formalizados os consórcios das Regiões de Saúde Rio Vermelho, com sede em Goiás; Entorno Norte, com sede em Formosa; Nordeste II, com sede em Posse; e Vale do São Patricio, com sede em Goianésia.

Segundo o secretário Halim, a ação conjunta entre Estado e municípios é ?o melhor caminho para oferecer serviços de prevenção e assistência, com rapidez e qualidade para os cidadãos?.


AME


Os Ambulatórios Médicos de Especialidades - AME são centros de diagnóstico de média e alta complexidade e orientação terapêutica que reunirão 20 especialidades médicas, atendendo pacientes encaminhados da rede básica de saúde num raio de 250 a 400 mil habitantes. Todas as unidades terão centro cirúrgico e serviço de investigação e diagnóstico de câncer. Além disso, haverá atendimento de enfermagem, serviço social, psicologia, fisioterapia, terapia ocupacional, nutrição e fonoaudiologia.

O projeto do AME contempla 13 salas para realização de exames como tomografia, ultrassonografia, raios-X, análises clínicas, endoscopia, teste ergométrico, ecocardiografia, entre outros; e 21 consultórios médicos.

Portanto, a formação de Consórcios é indispensável para o êxito do AME, pois o associativismo e o cooperativismo são as principais características dessa modelo.

O Governo de Goiás já iniciou a construção de 06 (seis) Ambulatórios Médicos de Especialidades (AME): nas cidades de Formosa, Goianésia, Posse, São Luís de Montes Belos, Cidade de Goiás e Quirinópolis. Em setembro e outubro serão licitados os AME de Jataí, Ipameri, Iporá e Luziânia.


fullscreen

© 2015 - Barrados.net - Todos Direitos Reservados. by #mndti